Encerra a greve dos vigilantes no Rio de Janeiro

Foto: www.sindvig.org.br

Encerrou-se a greve dos vigilantes do Rio. Greve essa que só nos trouxe cansaço físico e mental. Tudo isso por conta de seis sindicatos, que se dizem categoria do trabalhador, mas que a bem da verdade são patronal. Pois nem sequer tiveram uma assembleia com a categoria para que a mesma aprovasse ou não a proposta dos patrões. E com isso assinaram o acordo aceitando o reajuste salarial de 8% e o ticket refeição de R$ 13,00.

Pedimos desculpas para alguns vigilantes que criticaram o Sindicato de Volta Redonda e Sul Fluminense, por não termos entrado na greve. Mas em todas as idas e vindas que fizemos ao Rio, para participar das mesas redondas, a única coisa que ouvíamos dos patrões era que não adiantava brigarmos por mais reajuste, pois o acordo coletivo já tinha sido assinado e homologado no Ministério do Trabalho pelos seis sindicatos.

Portanto, os quarenta e oito dias de greve no Rio e em algumas regiões, foram de certa forma um trabalho perdido. Sem falar nas demissões de vigilantes e transferências de postos de serviço para outras regiões, para que os vigilantes comecem a faltar ao trabalho até receber uma demissão por justa causa. Os vigilante de nossa região não passaram por isso, pois foram bem orientados e agora estão sabendo por que não entramos de greve. Afinal, sabíamos que seria um tiro em nosso próprio pé.

Um abraço para toda a categoria.

Raimundo Adão da Silva - Presidente

Foto: www.sindvig.org.br

Contato

VOLTA REDONDA - RJ: Av. Sete de Setembro, 632 - Aterrado

Telefone: (24) 3346-8819

 

RESENDE - RJ: Av. Albino de Almeida, 142 - sala 205 - Campos Elíseos (em cima da loja Mundo Verde)

 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.