Dirigentes Sindicais cobram explicações da empresa GP

Ontem, quarta-feira, dia 03 de outubro, representantes dos Sindicatos dos Vigilantes do Rio, de Volta Redonda, de Belfort Roxo, de Nova Friburgo e da Federação dos Vigilantes do Estado do RJ estiveram na sede da Empresa GP para cobrar explicações sobre o encerramento de contrato com o Banco Itaú e sobre a tentativa da empresa de impor um acordo aos trabalhadores sem o conhecimento dos Sindicatos. A reunião que seria realizada ontem foi adiada para o dia 10 de outubro, na próxima quarta-feira, a pedido dos Diretores da GP.

Conforme relatos de Dirigentes Sindicais de Volta Redonda e de Cabo Frio, a Empresa GP reuniu seus Empregados e propôs acordo de parcelamento das verbas rescisórias e não pagamento da multa de 40% do FGTS, Valeria, Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Volta Redonda, que foi ao local por informação de alguns Vigilantes, não permitiu que os trabalhadores fizessem qualquer acordo prejudicial.

Na reunião com o representante da Empresa GP os Dirigentes Sindicais exigiram que nenhuma tentativa de acordo seja feita sem a presença e assistência dos Sindicatos, e confirmaram presença na reunião que foi adiada para o dia 10 de outubro, quarta-feira, com a presença de um dos sócios da GP.

QUALQUER INFORMAÇÃO SOBRE ESSE ASSUNTO É FUNDAMENTAL QUE OS TRABALHADORES PROCUREM SEUS SINDICATOS.

Assista ao Vídeo:

 

Contato

VOLTA REDONDA - RJ: Av. Sete de Setembro, 632 - Aterrado

Telefone: (24) 3346-8819

 

RESENDE - RJ: Av. Albino de Almeida, 142 - sala 205 - Campos Elíseos (em cima da loja Mundo Verde)

 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.