Vigilante só pode ter o contrato suspenso se receber o benefício emergencial do governo

É ilegal o procedimento da Sunset “mandando” os vigilantes fazerem cartas para suspender os contratos até sessenta dias, e ficar em casa SEM receber salário.

A Medida Provisória 936, de 1° de abril de 2020, expressamente assegura aos trabalhadores que concordarem em suspender o contrato de trabalho até 60 dias, QUE RECEBAM DO GOVERNO O BENEFICIO EMERGENCIAL, cujos valores serão equivalentes ao seguro-desemprego, na proporção do salário recebido.

Mas porque a Sunset quer evitar que os vigilantes recebam o benefício emergencial?

Por que, a referida Medida Provisória 936, de 1° de abril de 2020 (artigo 10), assegura que o empregado terá garantia provisória no emprego quando receber o beneficio emergencial.

Em consequência, a atitude da Sunset é totalmente ilegal!

Face a isto Vigilante, NÃO ASSINE!

O Sindicato está exigindo que a empresa cancele todos esses procedimentos ilegais, e se a mesma não o fizer, vamos denunciá-la ao Ministério Público do Trabalho, além de tomar as demais providências cabíveis.

Contato

VOLTA REDONDA - RJ: Av. Sete de Setembro, 632 - Aterrado

Telefone: (24) 3346-8819

 

RESENDE - RJ: Av. Albino de Almeida, 142 - sala 205 - Campos Elíseos (em cima da loja Mundo Verde)

 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.