CCT 2022 dos Vigilantes já está assinada e valendo

site-capa-doc

Na última quarta-feira, dia 22 de janeiro, a nova CCT 2022 foi finalmente assinada. Com isso já está valendo o novo piso salarial e demais cláusulas econômicas com reajuste conforme o percentual integral do INPC (período 1º de janeiro a dezembro de 2021), divulgado pelo IBGE no dia 11 de janeiro.

Com esse reajuste o piso do Vigilante patrimonial fica em (piso) R$ 1.662,20 + R$ 498,66 (periculosidade), o Vigilante de Escolta em R$ 2.160,88 (piso) + R$ 648,26 (periculosidade).
Com esse reajuste o valor do Tíquete refeição/alimentação patrimonial R$ 31,95 e o Tíquete refeição/alimentação escolta R$ 34,15 . O valor do tíquete passa a valer a partir de 1º janeiro, o que vai resultar em retroativo a partir dessa data.
O Piso da categoria agora é de R$ 1.662,20 e o tíquete refeição passa para R$ 31,95.

Convenção Bianual
Além do reajuste de 2022 as negociações dos sindicatos garantiram todos os direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho para 2023. Para o próximo ano os Vigilantes terão como reajuste a reposição integral do INPC acumulado no período (1º de janeiro de 2022 a 31 de dezembro de 2022) mais 3% da inflação de ganho real no piso salarial e mais 2% da inflação de ganho real no tíquete refeição/alimentação.

Nova CCT 2022
O requerimento assinado pelo sindicato e pelo Sindesp foi registrado no Sistema Mediador do Ministério da Economia sob o código MR002020/2022.
O instrumento é bianual, com o reajuste dos anos de 2022 e 2023 já definidos.

Confira pelo link:
http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/Resumo/ResumoVisualizar?NrSolicitacao=MR002020/2022&CNPJ=30903678000145&CEI=

Contato

VOLTA REDONDA - RJ: Av. Sete de Setembro, 632 - Aterrado

Telefone: (24) 3346-8819

 

RESENDE - RJ: Av. Albino de Almeida, 142 - sala 205 - Campos Elíseos (em cima da loja Mundo Verde)

 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

instagram-icone-2 @sindvigvr

 

facebook Sindicato dos Vigilantes