Copa do Mundo deve empregar 60 mil seguranças

Os vigilantes privados terão um papel fundamental na segurança da Copa do Mundo de 2014. Serão eles os primeiros responsáveis pela proteção de atletas e torcedores nas arenas do Mundial, nos centros de treinamentos de seleções e nos hotéis credenciados pela Fifa.

Leia mais...

Ratificação no TRT: Convenção Coletiva 2012/2013 garante direito do trabalhador

Foi ratificado na tarde se sexta- feira 23/03/2012, no TRT com os quinze sindicatos que representam os trabalhadores e com os sindicatos que representam as Empresas de Segurança Privadas (Sindesp), o acordo de 7% de reajuste sobre o salário e ticket refeição e manutenção do escalonamento do risco de vida até 2015. E o vigilante tem a garantia de não haver punição, não ser demitido e de não descontar os dias parados durante a greve. O dissídio coletivo de greve havia sido ajuizado pelo Sindesp-RJ em 16/03/2012, em função da paralisação da categoria desde o dia 12/03/2012. Em assembleia realizada no Sindicato, os vigilantes reivindicaram uma porcentagem maior, porém com a atuação do TRT/RJ viabilizou o acordo entre o Sindesp/RJ. O Sindicato dos Vigilantes, onde houve uma seção especializada em dissídios coletivos (Sedic), presidida pela presidente desembargadora do TRT Maria de Lourdes Sallabery, onde em audiência as pasrtes em conciliação fecharam o acordo da seguinte forma: 7% de reajuste salarial, 7% de aumento do ticket refeição e 6% de adicional de risco de vida.

Contato

VOLTA REDONDA - RJ: Av. Sete de Setembro, 632 - Aterrado

Telefone: (24) 3346-8819

 

RESENDE - RJ: Av. Albino de Almeida, 142 - sala 205 - Campos Elíseos (em cima da loja Mundo Verde)

 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.