Sindicato denuncia irregularidade nas empresas e vai entrar na justiça para corrigir infrações cometidas

DINÂMICA -  Salários e tickt refeição são pagos com atrasos, férias vencidas, fundo de garantia não depositado e o pior que agora é um grupo onde compõe outras empresas de vigilância, vamos denunciar para garantir os seus direitos.

UNIFOA - Contrata vigia, exige ata, exerce função de vigilante e recebe salário de vigia.

ATENÇÃO: Todas as empresas são obrigadas a fazer o depósito de pagamento de salários até o 5º dia útil de cada mês. Vamos acionar as que estão desrespeitando o direito do trabalhador. O Sindicato vai entrar com ação no ministério do trabalho para corrigir estas falhas e fazer valer a lei da CLT.

Empresas de segurança ameaçam vigilantes a trabalhar nos dias de greve

É incrível; vigilantes são forçados a trabalhar nos dias de greve da categoria ameaçada de ser demitidos, por lutar pelos seu direitos. Algumas empresas de vigilância e segurança agiram de má fé, iludindo o vigilante a chegar mais cedo ao posto de trabalho com falsas promessas de hora extra, para que assim fosse enfraquecendo o movimento paredista. Com isso alguns bancos abriram, até mesmo sem cumprirem o plano de segurança que é lei. Sabemos ainda que alguns trabalhadores  estão com férias vencidas, carteiras CNV, reciclagens vencidas, INSS, fundo de garantia e outros benefícios em atraso.

O sindicato esta marcando mesa redonda e até mesmo vendo outros meios de processos, que possa estar regularizando estas situações.

1ª Festa dos vigilantes do Sul Fluminense foi um sucesso


Um churrasco com muita bebida, bingo, brindes e muita festa! Assim foi a confraternização da 1ª Festa dos Vigilantes do Sul Fluminense, realizada no dia 18 de agosto de 2012 na Fazenda Sobradinho em Pinheiral.

Leia mais...

Ataques a bancos revela brecha no acesso a explosivos

A onda de ataques a bancos com explosivos em 2012 já é cerca 30% maior que o registrado em todo ano passado no Rio Grande do Sul. Até este mês, foram contabilizados pela Polícia Civil 18 arrombamentos. O crescimento, já sinalizado em outras partes do País, escancara a fragilidade na fiscalização e no controle deste arsenal.

Leia mais...

Copa do Mundo deve empregar 60 mil seguranças

Os vigilantes privados terão um papel fundamental na segurança da Copa do Mundo de 2014. Serão eles os primeiros responsáveis pela proteção de atletas e torcedores nas arenas do Mundial, nos centros de treinamentos de seleções e nos hotéis credenciados pela Fifa.

Leia mais...

Ratificação no TRT: Convenção Coletiva 2012/2013 garante direito do trabalhador

Foi ratificado na tarde se sexta- feira 23/03/2012, no TRT com os quinze sindicatos que representam os trabalhadores e com os sindicatos que representam as Empresas de Segurança Privadas (Sindesp), o acordo de 7% de reajuste sobre o salário e ticket refeição e manutenção do escalonamento do risco de vida até 2015. E o vigilante tem a garantia de não haver punição, não ser demitido e de não descontar os dias parados durante a greve. O dissídio coletivo de greve havia sido ajuizado pelo Sindesp-RJ em 16/03/2012, em função da paralisação da categoria desde o dia 12/03/2012. Em assembleia realizada no Sindicato, os vigilantes reivindicaram uma porcentagem maior, porém com a atuação do TRT/RJ viabilizou o acordo entre o Sindesp/RJ. O Sindicato dos Vigilantes, onde houve uma seção especializada em dissídios coletivos (Sedic), presidida pela presidente desembargadora do TRT Maria de Lourdes Sallabery, onde em audiência as pasrtes em conciliação fecharam o acordo da seguinte forma: 7% de reajuste salarial, 7% de aumento do ticket refeição e 6% de adicional de risco de vida.

Contato

VOLTA REDONDA - RJ: Av. Sete de Setembro, 632 - Aterrado

Telefone: (24) 3346-8819

 

RESENDE - RJ: Av. Albino de Almeida, 142 - sala 205 - Campos Elíseos (em cima da loja Mundo Verde)

 

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.